quinta-feira, 18 de junho de 2009

Para que servem os talheres?

enfim, um assunto relevante. sim, para um país como este que quase não tem problemas e fatos a discutir, vamos colocar em pauta o assunto do dia: a profissão (de merda) dos jornalistas. eu tentei não me ater ao fato, vamos colocar assim, de que isso, essa discussão já tinha ido longe demais, "ter ou não ter o diploma, eis a questão". mas que isso está me deixando mais puta ainda, está. e puta no sentido de "puta que pariu" que país é (ou foi) este em que vivemos? Tantas coisas para serem aprovadas, reprovadas, discutidas e os caras vêm me falar que qualquer um pode ser jornalista neste país de analfabetos? sim, analfabetos. e não no sentido oficial do termo, analfabetos funcionais, pessoas que não sabem pensar nem onde estão, que dirá escrever sobre. o pobre homem na rua não é mais um mendigo, é um jornalista, faz favor. sim, o açogueiro é um jornalista. o Papa, além de pop, é jornalista. Caraca, me diga, onde chegaremos com isso? Não, pra mim é indiscutível. Se vamos tomar como frente isso, que acolhemos agora as benzedeiras, sim, porque numa doença incurável, meu filho, tome um chá. não sabe onde dói? ah, não pague a consulta, pois como o salário mínimo de merda que ganha, mais os bolsa esmola não cobrem a dispesa médica, chame a benzedeira. ah, quer ser psicólogo? não precisa, meu filho. saiba ouvir e seja bonzinho, legal. vamos extinguir os cursos de letras, história, geografia e matemática. e também os cursos de arquitetura, que é só saber desenhar. agora o curso de Direito não. Esse jamais. se bem que pra ser advogado, magistrado ou o caralho a quatro, não é preciso mais do que decorar leis, não é mesmo? pra que curso? façamos assim: de hoje em diante estão extintas as universidades. acabou tudo. vamos todos ver BBB e ser famosos. isso sim conta. vamos fechar as portas das redações de jornais, ou melhor, abrir. soltar esses bichos chamados jornalistas que só nos dão trabalho, questionam a realidade e escancaram esse pseudo país em que vivemos. e os talheres pra que servem? pra ajudar a engolir essa realidade medíocre, esse pouco arroz com feijão, essa sopa rala chamada "democracia". é nessas horas que vejo claramente Deus olhando pra terra e dizendo: "por que fui dar o livre arbítrio pra esses ignorantes seres? Por quê?" manchetes de amanhã: "O PRESIDENTE JORNALISTA ACREDITA QUE NÃO É PRECISO DIPLOMA" "SENADOR JORNALISTA DIZ QUE A CRISE NO SENADO NÃO É CULPA DELE, É DOS JORNALSITAS COM DIPLOMA" "O MARAVILHOSO CHEF JORNALISTA DE COZINHA PREPARA RECEITAS NO MAIS VOCÊ" "A APRESENTADORA JORNALISTA LANÇA SEU NOVO DVD" "A EX-BBB JORNALISTA (blá blá blá - eles não têm nome) LANÇA SUA NOVA PLAYBOY" "O DEPUTADO JORNALISTA DIZ QUE É INOCENTE" "A JORNALISTA BRUNA SURFISTINHA LANÇA FILME" "A HISTÓRIA DO JORNALISTA RETIRANTE QUE DEIXOU O SERTÃO PARA TRÁS" é esperar pra ver.

Um comentário:

b-r arqui-design disse...

eu não posso deixar de comentar.
primeiro. abaixo o post de uma hora atrás no seu orjut:
odete odete
q pais de merda hein?
por deus. por deus. quase liguei para vc na mesma hora mas : não - pensei.

pensei no "bacaninha", coitado. desempregado. mora no canteiro da avenida próximo de casa. agora quando questionado: qual sua ocupação, meu caro senhor? ele, sem vergonha nenhuma de ser brasileiro, dirá: jornalista! pois nesse país qualquer um pode ser.
país de merda!
não se preocupe. semana quem vem vão extinguir o arquiteto. oficialmente. ouvi dizer por aí que na prática já é assim.
bjos tristes

segundo. adorei: para que servem os talheres?

terceiro: eu respondo: para nada pois a elite ignóbel deste país come com os porcos! e nós votamos neles. poderíamos aprender a votar com pedras, que tal?